segunda-feira, 21 de novembro de 2011

O PERIGO DO CULTO AOS ANJOS


É comum encontrarmos hinos que exaltam demais os anjos, como Arcanjo Miguel, anjo Gabriel, etc. Isso tem acontecido muito no meio do neo-pentecostalismo.Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus”- (MT 22:29).

POR QUE É IDOLATRIA ADORAR AOS ANJOS:

1)- Eles foram criados por Deus – A existência dos anjos é constatada pela Bíblia Sagrada, mesmo antes da fundação do mundo. A Bíblia é o único livro que esclarece este assunto, por ser um livro de natureza espiritual. Na interrogação que Deus fez a Jó acerca da sua existência, diz o Senhor: “Onde estavas tu quando eu fundava a terra?” (Jó 38:4), e logo em seguida, no versículo 7 Ele acrescenta: Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam? Nesta sentença o Senhor se refere à existência dos anjos já criados antes mesmo deste mundo. Constatamos, entretanto, que tudo provém de Deus por meio de Jesus Cristo. E que Cristo com Deus, o Pai, criou os anjos antes da fundação do mundo (Cl 1:16). E como vimos no livro de Jó 38:7, os anjos já se alegravam naquela glória preexistente a este mundo.

2)- Eles são criaturas – O fato de haver o anjo declarado a João anfaticamente que era seu conservo, prova que os anjos são criaturas como nós (Ap 19:10, 22:8,9). E nesta condição recusou a adoração que o apóstolo queria prestá-lo. Antes, porém, sugeriu que João adorasse a Deus. No tempo do apostolo Paulo era comum alguém prestar culto aos anjos (Cl 2:18) e até sacrifícios. Porém, os anjos bons recusam adoração, porque reconhecem que são criaturas e como tais não têm este direito. Entretanto, os anjos maus não perdem tempo, e se valem dos homens incautos, recebendo deles culto (I Co 10:20). E num gesto de audácia Satanás quis que Jesus o adorasse (Lc 4:7).

3)- Eles não são eternos, apenas imortais – Os anjos são imortais, pois não possuem corpos físicos como os homens. É o que inferimos da Palavra de Jesus, em Lc 20:36 – “Não podem mais morrer porque são iguais aos anjos”. Igualmente, em Hb 9:27, está escrito: “Ao homem está ordenado morrer uma só vez”. Significa que, de entre as criaturas espirituais, isto é, que tem espírito, somente o homem é passível da pena de morte. Todavia, essa morte é no sentido físico, visto haver no sentido moral uma segunda morte (AP 2:1). Logicamente, os anjos quando pecaram e foram lançados fora do céu, ficaram separados de Deus, mortos moralmente (II PE 2:4), em sentido de igualdade com o homem.

4)- Sem sexo – O homem em seu gênero possui sexo e, como tal, sente-se na contingência de casar-se. Os anjos, entretanto, não se casam (Lc 20:34-36), pois não tem sexo. Foram criados, individualmente.

            Um dia também nós teremos o mesmo privilégio de junto deles louvarmos o Senhor para sempre, sem as preocupações da carne. Aleluia!

(Por Pr. Paulo Barreiros).

Um comentário:

  1. gostei muito do assunto, pois esclarece as pessoas, mas para não ser enganado é necessario ler a palavra de Deus.

    ResponderExcluir