quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

QUANDO DEUS MANDA NÃO HÁ DESCULPAS,

É MELHOR OBEDECER


”Vem, pois, agora;  e eu o enviarei ao faraó para tirar do Egito o meu povo, os israelitas” – Ex 3.10

Introdução:

A maioria de nós apresenta DESCULPAS para não fazer a vontade de Deus. 
Esse trecho da história de Moisés revela exatamente isso:

O PRIMEIRO ARGUMENTO PRA NÃO FAZER O QUE DEUS MANDA É: “EU NÃO SOU CAPAZ”.  

Moisés pergunta: Quem sou eu? (Êx 3.11).

Moisés tinha um complexo de inferioridade tão grande que pensou que Deus havia escolhido o líder errado. Qualquer complexo inibe toda possibilidade de alguém se levantar e se tornar valioso.

Muitas pessoas deixam de cumprir os papéis que Deus lhes reservou porque se julgam incapazes.

Mas Deus não busca pessoas autoconfiantes, diplomadas e auto didáticas; pelo contrário, Ele busca pessoas que queiram depender Dele.

Deus respondeu pra Moisés: “Não importa quem você é ou deixa de ser, o que importa é que Eu sempre estarei com você”. (Ex 3.12).

O SEGUNDO ARGUMENTO PARA NÃO FAZER O QUE DEUS MANDA É: EU NÃO TENHO CONHECIMENTO. 

Moisés pergunta: Quem é você? (Ex 3.13).

Moisés sentiu falta de conhecimento e de intimidade com Deus. Ele não o conhecia suficientemente bem para descrevê-lo ao povo. Essa é uma das grandes dificuldades que tenho visto em nossos dias, pessoas se tornando inúteis e ociosas no Reino, porque lhes falta o conhecimento de Deus.

Deus responde: Eu Sou o que Sou. Eu Sou sempre presente. Eu Sou tudo que você precisa. (Ex 3.14).

O TERCEIRO ARGUMENTO PARA NÃO FAZER O QUE DEUS MANDA É: "O POVO É DURO DE CORAÇÃO".

Moisés disse: Eles não acreditarão em mim, nem ouvirão a minha voz, porque dirão: O SENHOR não te apareceu. Êxodo 4:1 (Ex 4.1).

Moisés tinha medo de ser rejeitado pelas pessoas. Moisés tinha na alma uma grande ferida que não cicatrizava. O sentimento de ser rejeitado ao nascer e jogado nas águas do rio, fez com que ele se tornasse um homem infeliz, mesmo tendo sido criado em meio a grandes regalias do palácio, sua alma havia armazenado a dor da perda maternal. A falta do conhecimento de Deus fez com que Moisés ignorasse o convite de Deus: “Venha a mim” e Eu te enviarei a faraó (Êx. 3:11). 

Ninguém poderá sair por aí realizando a obra de Deus sem antes ir a Ele. É preciso ser curado, liberto e transformado primeiro.

Preocupou-se mais com o que as pessoas pensariam dele do que com a libertação que Deus estava oferecendo ao povo.  

Moisés se esqueceu de que Deus sabe todas as coisas. Esqueceu-se, também, que os planos de Deus jamais falham.

O QUARTO ARGUMENTO PARA NÃO FAZER O QUE DEUS MANDA É “EU NÃO SEI FALAR”.

Moisés afirma: “MANDA OUTRO EM MEU LUGAR”. (Ex 4.10-15).

Essa desculpa de Moisés não era um sinal de humildade ou reconhecimento da própria incapacidade; era, na verdade, um ato de INCREDULIDADE na providência divina.

Jesus não chamou apenas diplomados para sua equipe apostólica, como foi o caso do médico Lucas, chamou também iletrados como Pedro. E esse, mesmo sendo um simples pescador, sobressaiu-se a todos. Foi o que mais falava. Sua fala era tão parecida com a do Mestre que foi identificado entre os refugiados à beira da fogueira: “Sua fala te revela que você estava com Ele” (Mateus 26:73).

Êxodo 4:10: Então disse Moisés ao Senhor: Ah, meu Senhor! eu não sou homem eloquente, nem de ontem nem de anteontem, nem ainda desde que tens falado ao teu servo; porque sou pesado de boca e pesado de língua.

Moisés tenta de todas as maneiras dizer para Deus que não quer mudar: “Eu nasci assim, eu cresci assim e vou morrer assim”. Síndrome de Gabriela! Por essas e outras é que muitos estão sofrendo dentro das igrejas sem receberem a cura da alma. É como dizem: “Quem quiser vai ter que me aceitar do jeito que sou; Deus me ama do jeito que sou; Não importa o que irão pensar de mim, eu sou assim mesmo e pronto!”

Infelizmente, esse tipo de argumento fere os princípios de Deus, o qual oferece ao homem o convite para ir a Ele e beber da água da fonte da Vida para ser transformado.

CONCLUSÃO:

Depois de todas as desculpas, Moisés acabou aceitando a vontade de Deus e fez o que Ele lhe pediu.

Às vezes, também, não queremos fazer o que Deus manda. Isto é sinal de que temos dificuldades em obedecer à voz do Senhor. 

Se Ele não aceitou as desculpas de Moisés, como poderemos pensar que aceitará a nossa?

Pense nisso! E o Senhor Jesus te abençoe!




Nenhum comentário:

Postar um comentário